Make your own free website on Tripod.com
Home
Letras

HOME

A banda
Fotos 1
Fotos 2
Fotos 3
Fotos 4
Letras
mp3
Release
Contatos
Links
Wallpaper

Letras do cd #1 "Polygamya" *

PODE ACREDITAR
 
O que você disser pra mim
De nada vai adiantar
Não tive sorte de encontrar alguém
Olha, pode acreditar
Que o que você falar de mim
Pode gritar, não vou negar
Do sul ao norte procurar alguém
Com quem eu possa conversar
 
Vão dizer que eu voltei
Não pude me esconder
Vão dizer que eu me entreguei de vez
Aquilo em que acreditei

ESCALAR O FUNDO DO POÇO  

Andar na areia, ver o mar /A melhor forma de tentar /De cara limpa ver o mundo desabar /Sem precisar fugir /Ir dormir cedo pra sonhar /Sonhando pode acreditar /Que tudo vai dar certo /Escalar o poço mais de uma vez

Se tropeçar não tenha medo /A bem da verdade /A grande batalha /É matar um leão por dia /Em cada passo /Em cada busca /A cada hora /Tem que olhar para trás /Tem que olhar para baixo /Ver que o fundo do poço está cada vez mais distante /Se precisar de ajuda, AJUDA!!!/Não tenha vergonha /De bater na minha porta /Sou teu amigo /E tô aqui pro que der e vier /Tô aqui pro que der e vier /Tô aqui pro que der e vier

Vencer /Ver o sol nascer bem longe Abrir /Abrir os olhos e viajar sem viajar /Vencer /Ver o sol nascer bem longe Abrir /Fechar os olhos /Se encontrar /E viajar /Sou teu amigo /E tô aqui pro que der e vier, PORRA!!!

TE VEJO POR AÍ
 
Se tranque em sua casa /Feche o portão /Guarde suas palavras /Não preciso delas, não /Não sou bala perdida /Tenho direção /Atrás de suas armas /Não vai achar solução /Se ninguém consegue mais te ouvir /Não sou eu quem vai te perdoar /Vou seguindo com a minha vida /E não há nada pra falar
 
Cansei, te vejo por aí /O tempo vai fazer /Você mudar /A hora, não sou eu quem vai dizer /Não sou eu quem vai dizer /Não sou eu quem vai dizer /Vou seguindo com a minha vida /E não há nada pra falar

SÓ INTERESSA A MIM

Não quero nunca mais /Ouvir ninguém dizer /Do que eu não fui /Do que eu sou /Do que eu vou ser /Se canto por cantar /Se toco por alguém /Se as vêzes fico mal /Ou fico bem

Não quero mais saber /Se o que pensam de mim /É que eu venci na vida /Ou que cheguei ao fim /Não dá pra me julgar /Nem pra apostar assim /Porque o que eu fizer /Só interessa a mim

Nem queira imaginar /Se o que estou a fim /É bom ou ruim /É doce ou sal/É não ou sim /Tanto posso ser o mal /Como posso ser o bem /Porque onde eu meto o meu nariz /Nem sempre eu sei... /Eu sei!!!

* todas as músicas e letras são de autoria da banda "Polygamya"